Pular para o conteúdo principal

Não existe Deus senão o homem

Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei.

Curiosamente estamos diante de um paradoxo e todo o paradoxo é em si mesmo engraçado, porque estimula perguntas cujas respostas levam tempo a serem respondidas, isto é, quando elas conseguem ser respondidas. Mas onde quero chegar? Estamos diante de uma nova religião, conhecida por Thelema e ela é, ao lado do Taoísmo e até mesmo do Budismo, uma religião que não possui deus ou qualquer divindade de adoração.

Seria isso possível? Sim. Ela é uma religião além de qualquer adoração divina ou temor a um deus. Mas então, o que seriam aquelas divindades conhecidas como Nuit, Hadit, Ra-hoor-khuit, Hrumachis e tantas outras que surgem em diversos escritos? O que seria a tal Companhia do Céu descrito logo no início do Liber AL vel Legis? Ora, eles são neter, são neteru, uma expressão egípcia antiga que foi erradamente traduzida por deus ou divindades. Na verdade, o termo neter (plural, neteru) quer dizer simplesmente Essência ou Princípio. Assim temos o Princípio ou Essência da guerra, do amor, da fertilidade, da morte, etc. Alguns egiptólogos já trabalham com o conceito de que os antigos egípcios não eram politeístas como aprendemos na escola. A igreja de Roma é politeísta? Afinal, os seus seguidores adoram seus santos quase como se fossem deuses.

Thelema é uma religião de adoração ao ser humano enquanto Essência de algo “divino”. Nem mesmo o nosso Sagrado Anjo Guardião pode ser considerado em algo divino, baseado no conceito de deus. (In)felizmente, para a maioria da humanidade, não existe deus e nem salvação; e eu acredito realmente nisso, é por onde minha experiência e vivência em Thelema acabaram me levando. Sempre quando penso no Anjo Guardião penso em uma passagem do tão deturpado Livro do Apocalípse, mais precisamente no Capítulo 22, Versículo 9 que diz, após João se prostrar aos pés do anjo, pensando em deus: “Não faças isso! Sou um servo, como tu, como teus irmãos, os profetas...”

Quem seria então esse deus que todas as religiões, principalmente as monoteístas, dizem existir? De quem o anjo é servo? Deus é o Princípio da Vontade e até o anjo é servo de sua Verdadeira Vontade. Cada homem e mulher é uma estrela, uma Essência, que é resumida naquilo que é chamado de Verdadeira Vontade. Não existe aqui lugar para deus ou para qualquer noção de restrição (ie, pecado). O Universo ou a Natureza se faz e se expande por causa de sua Verdadeira Vontade, que é algo completamente natural – talvez por isso que a Natureza seja imperfeita, como o ser humano tem descoberto.

O filósofo francês Etienne de La Boétie, em seu “Discurso da Servidão Voluntária” diz que: o homem é menos livre do que um cavalo, por já nasce domesticado. É essa domesticação que emperra o conhecimento e a realização da Verdadeira Vontade em cada ser humano, assim cabe a cada um de nós em não sermos pedras talhadas para um muro uniforme, mas pedras brutas, individuais, com suas próprias características.

Com certeza, existem Consciências superiores à consciência humana e isto é um fato. Mas se perguntássemos a essas Consciências se elas são deuses e se foram elas que criaram tudo o que conhecemos etc. Elas iriam sorrir como um pai, mergulhado em amor, sorri para um filho recém nascido.

Amor é a lei, amor sob vontade.

Comentários

  1. O problema não está na crença da existência ou não de Deus, pois se existimos é porque algo nos criou. O problema está na natureza do criador. O Universo é infinito, portanto, nada pode criar o Infinito, uma vez que nada pode ser maior que ele. Então só nos resta uma alternativa: O próprio Universo é o criador. Mas como o Universo seria o próprio criador? Sabemos que tudo no Universo é regido por uma linguagem matemática. Hoje, os cientistas já sabem queo universo todo é permeado por uma energia. Eles a chamam de Energia Escura, porque não a vêem. Ora, uma Energia infinita e regida por uma linguagem matemática é uma Energia Inteligente. Logo, o próprio Universo é um campo infinito de energia inteligente, mas não Consciente, pois não faz sentido a existência de um ser que não conhece sua própria dimensão, já que é infinito (pelo menos, segundo Huberto Rohden esta forma de consciência que conhecemos). Esta teoria se encaixa na filosofia taoista que diz: Tao (o Universo Imanifesto, Deus) gera Ki (uma energia secundária já pertencente ao universo relativo), pois se divide em Yang e Yin e gera tudo que existe. Para quem quer se aprofundar neste assunto escrevi o livro O MITO DO DEUS PAI publicado pela EDITORA BIBLIOTECA 24X7 e que pode ser adquirido diretamente no SITE DA EDITORA ou na LIVRARIA CULTURA. Ele discute o Universo Inteligente, senhor de sua própria criação. Entretanto, este não é um livro materialista, pois mostra que somos quantidades ínfimas de energia gerada pela vibração da Inteligência Infinita até adquirimos consciência através das sucessivas reencarnações em corpos materiais até evoluirmos para Seres Superiores (Espíritos de Luz).
    Infelizmente, este é um assunto sobre o qual as pessoas se recusam a falar e até a pensar. Elas têm medo, horror mesmo do desconhecido e isso leva ao comodismo de aceitar as explicações burlescas dos religiosos inclusive de que quando se sofre é por que o deus pai gosta muito de nós e está nos pondo a prova para ver nossa o grau de nossa fé. Esta é a desculpa que os religiosos têm par justificar a miséria humana. Como psicanalista posso assegurar que esta é uma atitude de transferência dos nossos pais biológicos que nos protege quando criança para um pai mais poderoso que nos protegerá quando adultos. Recebi um E-mail que trazia uma lenda cherokee da iniciação de um jovem ao estado adulto. Nela ele ficava de olhos vendados a noite toda a mercê de toda sorte de perigos, mas ao acordar e tirar a venda dos olhos viu que seu pai estava ao lado dele o tempo todo. Comparava a mensagem a Deus nos protegendo. Respondi então: Se Deus está ao nosso lado, por que então ele não protege seus "filhos" como o pai do índio e evita tanta desgraça, tanto assassinato no meio do mundo. Esta é a razão pela qual nossos antepassados tomaram os extraterrestres que assomaram em nosso céus como deus e sua comitiva de anjos que vieram trazer justiça à Terra, fazendo prosperar os bons e aniquilando os maus, imagem esta bem retratada nos textos bíblicos e que perdura até hoje, mas o Infinito não pode se reduzir ao finito (aspecto humano). Assemelho esta condição a de dois personagens lendários de nossa história. O primeiro chamado de Bartolomeu Bueno da Silva vendo as índias ricamente adornadas com chapas de ouro procurou saber sua procedência. Como ela se recusaram a lhe informar ele pôs fogo a uma tigela contendo aguardente, afirmando que, se não lhe desse a informação lançaria fogo em todos os rios e fontes. Com medo, os índios informaram o local e o apelidaram de Anhangüera (em tupi, añã'gwea), diabo velho. O outro persongem é Diogo Álvares Correia que recebeu o apelido de Caramuru (palavra tupi que significa lampreia) ao afugentar indígenas que o queriam devorar, matando uma ave com um tiro de arma de fogo. O náufrago português foi tão bem acolhido pelos índios Tupinambás que o chefe deles, Taparica, lhe deu uma de suas filhas para ele desposar.

    Pedro Cabral Cavalcanti – pcabralcavalcanti@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu livro deve ser muito interessante. Vou comprar!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A Serpente, a Pomba e o Dragão

porFrater A.A.A.N.Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei.Existe a serpente e a pomba, e é da Natureza da serpente devorar a pomba e é da Natureza da pomba precipitar a serpente à terra. Em algumas tradições a serpente recebe asas de maneira natural como alusão a sua capacidade de se locomover pelo tempo. Então, primeiramente, falemos da Natureza de cada uma – da serpente e da pomba – para depois dissertarmos sobre a Natureza que as une.A serpente é o lento arrastar do homem pela vida e este arrastar o leva a conhecer a terra. O conhecimento da terra deveria levá-lo a entender os pormenores e do entendimento surge a sabedoria, inexoravelmente. Aparentemente, e só aparentemente, o homem e a serpente são opostos, é pela cegueira de um e a frieza do outro que eles podem ser vistos em oposição. Mas é pela boca do homem que o veneno é inoculado na terra.Viajando pelo sul da terra, o deserto inóspito e infértil, o homem-serpente é representado por um simples risco no chão, uma linha viva…

TRATADO SOBRE O TAROT DE THOTH - VENDA DE LIVROS

Tratado Sobre o Tarot de Thoth (Crowley) Sérgio Bronze ​ 200 Páginas 14,5 cm Largura / 20,5 cm Altura ​ Um estudo pessoal e aprofundado sobre o Tarot do Crowley, tendo como base os ensinamentos contidos no Liber AL vel Legis. Um dos mais completos e explicativos textos sobre o Tarot de Thoth (Crowley) em língua portuguesa. ​ Vendemos para todo o Brasil e exterior. Envie o seu CEP para o cálculo do SEDEX. ​ O pagamento é realizado apenas por depósito bancário. O livro será enviado até um dia útil após a confirmação do pagamento ou através do envio do comprovante. ​ R$ 45,00 + taxa de envio